Fechar janela | Imprimir página

Poesia Carioca

Índice:

O rio
Versos Curtos
Dois Irmãos
Skyline Carioca
Impatiens
Eu
Carta Testamento
Feitiço
Finados
Um dia após o outro
Certidão de Nascimento
Carência
Semana que vem chega o caminhão
Não amar
Santidade
Insônia
Insônia
Homem de sorte
Às vezes
Eternidade
Será
Livros
Amor de última hora
Degas
Chagall
Klimt
Schiele
Manara
Louvre
Envelhecer
Vocês
Nós
Amor Pleonástico
Cat lover's
Lacrima
Motel Barato
Alice
Mulher super especial
Gatos
Gatos e loucos
Teu peito
Cães
Sexta
Amores Rarefeitos
Dama Vulgar
Adultério
Conversa de Amigo
Doce Riso
Conte outra
Gata sem sutiã
Adios Nonino Felino
Lua Minguante

Amor à Antiga
ATO 1 Restaurante
ATO 2 Motel
ATO 3 Rua em Ipanema
ATO 4 Algum lugar do Planeta

Poeminha cretino para um dia de sol
Incenso
Súcubo
Saudade
Retiro
Doce Insulto
Porto Alegre
Geração 90
Observador
Lisboa
Barroco Brasiliense
Lealdade
Verão 90
Insônia Fútil
Rapaz de Família
Interseção Matemática
Simultaneidade
Não se sinta mal
Bichos
Viver é fácil
Ameaças
Teu ventre
Gatos
Dia 30
Milonga de 3
Múltipla
Ivan
Memória Abreviada
Serial Killer do Jardim Botânico
Voz
Ansiedade
Pateta
Cheiros
Poema convencido que você nunca vai ler
Doutora
Papel Canson
Futuro Improvável
Lembre-se
Ciumentos
Noite
Café da Manhã
Coincidências
Os 4 Gatos
Ezeiza
Mulheres
Maneco
Criança
O rio
Bênção
Traição
Pré-Verão Carioca
Descendo o Alto
Centro à noite
Prédios Escrotos
Bairrismo Carioca
Chuva em Ipanema
Bacalhau do Antiquarius
Amasso na Urca
Chuva
Copacabana
A última megalópole feliz do mundo


o rio

eu

vocês

o rio


Este livro é para você Winnie.
Por uma quantidade de coisas que não caberiam em mil páginas.


=>