Fechar janela | Imprimir página

Poesia Incompleta

Índice:

Quatro Amores de Cidade
Blue Moon
Bolero Lisboeta
Barcelona
São Paulo
Retratos dos Amores de um Adolescente Enquanto Cão
Imbecil Trova Amorosa
A Pretensão
Seus Desejos
Ansiedade Inútil
Rasgo
Rimbaud e Verlaine
Trova Numérica
Amor na Paulista
Sentimental
A Arte de Envelhecer
A Amante Virtual
Benjamin Baptista
Cosme Velho
No Glamour Night
Dia de Chuva
Eutanásia
Things Change
Haicai Malfeito
Segundo Haicai Malfeito
Preto e Branco
Occhi Neri
Por Coerência
Última Parte
Noite de Verão
Mãe
Meu Convite
A Morte do Coleiro
Tarde com Billie
Poesia sem Nome
Meu Amarcord


Benjamim Baptista

A ladeira onde o carro passa,
atapetada por folhas suicidas,
faz o Verão parecer uma sagrada noite de Outono.

Se amanhã é quarta-feira,
por favor, deixem minhas cinzas
jogadas ao vento.

As folhas que o vento leva
contam a velha história nova.
E se a brisa bate leve
vou em paz e me sinto breve.


=>